Mais Evidências Para o Tratamento Tópico Para Pele Oleosa


A pele oleosa é um aborrecimento para a maioria dos pacientes de acne. Estudos mostram que a pele propensa à acne produz 3 vezes mais sebo do que a pele saudável. Isso cria condições ideais para a obstrução dos poros e as bactérias que causam acne. Felizmente para todos nós com pele oleosa, a pesquisa está começando a produzir resultados.

Em posts anteriores eu falei sobre tratamentos tópicos que podem reduzir a produção de sebo. Recentemente me deparei com outros estudos e neste post eu quero falar sobre eles e o que eles significam para você. Eu, pelo menos, não pude me livrar da minha pele oleosa tão cedo.

Como tratamentos tópicos pode reduzir a produção de sebo

Antes de falar dos estudos, deixe-me primeiro explicar brevemente por que esses cremes funcionam. Só assim você fica familiarizado com a terminologia. Estudos têm mostrado que a acne responde a andrógenos (hormonas sexuais masculinas), isto é devido à genética. Muitos estudos mostram níveis de andrógenos mais elevados em pacientes com acne do que nos controles saudáveis, e receptores androgênicos suprimidos na pele reduzem a produção de sebo e acne.

Uma enzima conhecida como 5-alfa redutase (5-AR) desempenha um papel neste quebra-cabeça. A enzima converte a testosterona em DHT, que estimula o crescimento da produção de sebo e células da pele mais do que outros hormônios andrógenos. Pelo menos alguns estudos mostram que o 5-AR é hiperativo em pacientes com acne. Gostaria também de salientar que a conversão da testosterona em DHT acontece na pele.

Ao inibir a enzima 5-AR, também pode-se inibir a conversão de testosterona a DHT e, assim, reduzir a produção de sebo, o crescimento de células da pele e, eventualmente, também a acne. Várias substâncias inibem a 5-AR, como EGCG (catequinas) no chá verde, certos ácidos graxos, zinco e Saw Palmetto.

Não podemos dizer com certeza, mas a inibição 5-AR é a explicação mais provável para os resultados nos estudos abaixo.

Espinheiro Amarelo (Espinheiro do Mar) reduz a produção de sebo em 45%

O primeiro estudo foi feito por pesquisadores da Universidade Islânmica de Bahawalpur, Paquistão. Eles estudaram o efeito de creme com 1% de extrato de espinheiro do mar sobre a produção de sebo. Neste estudo eles usaram 10 voluntários do sexo masculino com idade entre 20 e 35 anos e deran a cada participante ou o creme de tratamento ou um creme placebo que não continha o extrato da planta.

Basicamente, eles fizeram o creme de tratamento primeiro fazendo um "veículo base" (que leva os ingredientes ativos na pele) e misturando o extrato da planta na base. O creme placebo era apenas a base.

Eles pediram para os participantes aplicarem o creme de tratamento em um lado da face e o creme placebo no outro lado. Isto é conhecido como desenho do estudo split-face.

Este gráfico mostra o resultados, % de redução na produção de sebo ao longo de 8 semanas.



Fonte: Formulation and evaluation of antisebum secretion effects of sea buckthorn w/o emulsion (Formulação e avaliação dos efeitos anti-secreção de sebo do espinheiro do mar em emulsão).

Houve um declínio na produção de sebo no lado tratado com creme de espinheiro mar. Após 8 semanas a produção de sebo tinha caído em 45%. Está mais ou menos em linha com os resultados do chá verde e estudos de saw palmetto / sementes de gergelim / argan.

Curiosamente, o lado tratado com creme apenas de base mostrou aumento da produção de sebo. Os pesquisadores observaram que esta mudança não foi estatisticamente significativa, por isso é possível que seja apenas devido à aleatoriedade inerente de medidas como estas.

Extrato de Capparis decídua reduz a produção de sebo em cerca de 20%.

O outro estudo também vem da mesma universidade. Desta vez, eles estudaram os frutos de uma planta do deserto, Capparis decídua, vulgarmente conhecido como kerda ou kair.

Eles fizeram um creme com extrato de 5% da planta kair; eu presumo que planta significa o fruto que este arbusto produz. Este estudo foi muito semelhante ao estudo acima, um design split-face com creme de tratamento aplicado em lado e creme base no outro lado.

Este gráfico mostra os resultados, mudança na produção de sebo ao longo do tempo.



Source: Development of a sebum control cream from a local desert plant Capparis decidua. (PDF) (Desenvolvimento de um creme de controle do sebo de uma planta desértica local Capparis decídua).

Como você pode ver, o creme de tratamento reduziu a produção de sebo em 18% após 12 semanas. Este gráfico mostra também o que eu venho dizendo sempre. Leva tempo para que esses cremes funcionem. Observe a grande queda na produção de sebo a partir da semana 4ª até à semana 6ª, a partir de cerca de 5% a 12%.

Tal como com o estudo anterior, o lado tratado com creme placebo apresentou um aumento da produção de sebo (não estatisticamente significativa). Os pesquisadores especulam que poderia ser por causa dos óleos usados no creme base. Embora eu não tenho certeza se aplicar o óleo sobre a pele pode aumentar a produção de sebo.

E ainda mais estudos

Como eu estava fazendo pesquisa para este post, eu também li alguns outros estudos que mostraram redução na produção de sebo. Vou apenas mencioná-los brevemente, já que eu não tinha acesso às versões de texto completo dos estudos e não quantificam as reduções no resumo.

  • Este estudo mostrou redução na produção de sebo em mulheres com creme de progesterona, mas nenhum efeito em homens. A progesterona é uma hormônio produzido pelos ovários durante a ovulação. Ela pode suprimir os níveis de androgênios e, aparentemente, também inibe a conversão da testosterona em DHT.
  • Outro estudo analisou o creme de extrato de cohosh preto (Cimicifuga racemosa) sobre a acne. Após 8 semanas a gravidade da acne reduziu em todos os participantes. Este estudo utilizou homens e mulheres. Os investigadores especulam que a redução da acne foi devido à inibição da enzima 5-alfa redutase. Infelizmente, parece que eles não mediram os níveis de sebo neste estudo.
  • Finalmente, este artigo fala sobre dois estudos realizados na França e Tailândia que avaliaram o Orthosiphon stamineus (aparentemente comumente conhecido como bigodes de gato, chá Java ou Misai Kucing) sobre a produção de sebo e aparência da pele. Creme com concentração de 2% de extrato reduz a produção de sebo, a aparência da pele oleosa e melhora a uniformidade da tez da pele.

Onde obter

Quando escrevo sobre esses estudos, inevitavelmente alguém pergunta onde comprar esses cremes. Infelizmente eu não sei. Os pesquisadores fizeram os cremes em um laboratório. Se você tem pouco de química em você (e tem acesso a um laboratório), você pode fazê-los sozinho, verifique os estudos de texto completo para obter instruções.

O Exposed Skin Care é o único produto disponível no mercado (não no Brasil) que eu conheço que pode reduzir a produção de sebo. Eles incluem o chá verde em todos os seus produtos e o hidratante inclui sementes de abóbora, que contêm ácidos graxos que inibem a 5-AR.

Usei-o por 2 meses e tive resultados muito bons com ele, incluindo a redução notável na oleosidade da minha pele. Eu ainda ia continuar a usá-lo, mas os costumes tailandeses insistem que eu preciso de uma licença para importá-lo e manter o envio das minhas ordens de volta. Por causa da minha própria experiência com ele, olhando para os ingredientes e falando com o proprietário, estou feliz em recomendar o Exposed. Então, por favor, experimente se você estiver na luta contra a pele oleosa. 

Diferente do que você pode achar para os hidratantes ou cremes que incluem ingredientes que inibem a 5-AR (esta página contém uma lista). Aplicar chá verde fresco ou óleo de prímula em sua pele também pode ajudar, mas não tenho dados para dizer com certeza.

Conclusão

Há um bom argumento para o DHT como uma das causas da acne e sua inibição como uma maneira de tratar a acne. Estes estudos dão suporte a isso. A pele propensa a acne é um tanto super entusiástica na conversão de testosterona em DHT. Isso aumenta a produção de sebo, o crescimento de células da pele e níveis de queratina nas células da pele (que faz com que elas se unam), todos os quais conspiram para fazer uma bagunça na sua pele.

Várias substâncias podem inibir a conversão e os estudos mostram que isso pode diminuir drasticamente a produção de sebo. Um estudo sobre chá verde mostrou redução de 70%, espinheiro do mar redução de 45% e um creme que combina Saw Palmetto, óleo de argan e extrato de semente de gergelim redução de 42%. Resultados impressionantes de produtos naturais com pouco ou nenhum efeitos colaterais.

Agora, só falta os fabricantes de creme apanharem essas pesquisas e realmente fazerem esses cremes. Só sei da linha Exposed Skin Care que utiliza ingredientes de bloqueio de DHT em quantidades significativas.

Thanks for your comment

Aviso!

Seguidores